Segurança e produtividade no Photoshop – PARTE 1/3

A primeira regra para se fazer artes, documentos e peças gráficas no PS é construir um arquivo que seja altamente fácil de se desfazer tudo o que você aplicou na imagem original (lembre-se o histórico do PS só permite 50 ações).

O porque disso? Na terça-feira o seu cliente amou o seu layout, hoje quarta ele quer modificar isso e mais aquilo, você gastou horas pra terminar a tempo pois o prazo está estourando, mas ainda hoje a noite o cliente quer ver o resultado (ele não gostou do que você fez) mas com isso e mais aquilo. Você apressado aplicou tantos “Levels”, “Hue’s” e etc que vai demorar mais umas horas até você desfazer tudo. Ou uma outra situação, você tem que fazer aquele layout para amanhã, você aplica tantos “Levels”, cores e “Hue’s” e nada do que está fazendo fica bom. Lá as tantas da madruga você chega a conclusão que o primeiro modelo que você tinha feito era o mais legal… putz como era mesmo?

É claro que essas situações são meio forçadas, mas o uso das “adjustment layers”, “Path” e “Mask Layers” para seleção, e a organização das camadas ajuda e muito a melhorar a sua produtividade e a segurança dos seus arquivos, pois dentro do próprio psd você terá a integridade dos arquivos originais mais as modificações que você fez e o photoshop poderá acompanhar melhor cada idéia e insight que você tiver para os seus trabalhos.

Difícil de entender? Vamos a parte prática, que aposto que você vai concordar comigo depois🙂 São ferramentas simples que passam despercebidas, mas realmente na minha humilde opinião fazem diferença. Vamos lá!


Adjustment Layers – As salvadoras da Pátria!

Não e não, você não vai mais clicar em Image>Adjustments>Etc. Você está proibido apartir de agora!

Esse menu Image>Adjustments permite que rapidamente você aplique os mais diversos ajustes às imagens, para pequenos ajustes ele é ótimo, porém ele é um recurso permanente, para desfazer só voltando com o histórico, a ainda assim vamos supor que você faz mil e uma modificações e decide que o hue/saturation original era melhor… Já era!

Dê uma olhada aqui na aba flutuante das Layers, olhe uma espécie de meia-lua. Tudo o que o menu Image>Adjustments está ali. Esse botão chama-se “Adjustment Layer” e com ele você coloca uma camada que irá aplicar um ajuste em todas as camadas abaixo dela. E mais, atrelado a ele está uma “Mask Layer” com a qual você selecionar uma área especifica para a ação do ajuste. É só clicar no “olho” que pá-pum, a camada some e você terá um controle “liga e desliga” da ação dessa camada.

ps31.jpg ps4.jpg ps5.jpg

Clique nas imagens acima e observe, na primeira apliquei a camada de ajuste “Hue/Saturation”, na segunda modifiquei a “Mask Layer” que a camada de ajuste possui incluindo um degrade para que o efeito só pudesse ser visto na parte inferior. Já na terceira eu “desliguei” a camada “Hue/Saturation” deixando somente as camadas “Levels” e “Color Balance” agirem.

Clicando duas vezes nessa camada você pode modificar o quanto quiser o ajuste, no caso da imagem o “Hue/Saturation” e a “Mask Layer” pode ser modificada a qualquer hora, assim quando pintar uma idéia, mude a seleção, a cor pelo Hue/Sauration em tempo real, desfaça ou desligue. Melhor impossível!

Essa semana de Carnaval nós vamos ver a segunda parte com:
Paths, Mask Layers e Channel Selection – Aprenda a usar e abusar!

Se preparem heim!🙂 Abraços

Publicado em 03/02/2008, em Arte Digital, Software e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: