Arquivos do Blog

Mais fones, mais música

Além da mobilidade, os music players portáteis ampliaram as possibilidades de compartilhamento das músicas. Muito antes de redes sociais, redes p2p, passar o fone para um amigo ouvir aquela música que você adora é talvez um dos métodos mais eficientes de fazer a música se espalhar e vender. Contudo, há um ponto que afunila esse processo. Normalmente, com um par de fones, você só conseguirá mostrar a música para uma pessoa (ou duas, cada um com um lado do fone).

Assim, a Belkin traz o RockStar.

Belkin Rockstar

O objetivo é claro, e como hoje é bem fácil cada um ter seu par de fones no bolso, compartilhar uma música ficou mais fácil. O RockStar sai em Março e curstará $20.

Via iLounge.

Anúncios

Macworld 2008!

Começou há 30 minutos o maior evento do mundo Applemaníaco, o Macworld, no Moscone Center, em São Francisco.
Um evento muito esperado por todos os fãs da plataforma, com vários rumores circulando durante os últimos dis. Diante do banner instalado na frente do Moscone Center, com a frase “There’s something in the air”, muitos boatos foram levantados a respeito do que seria lançado no evento. Primeiro, foi falado sobre um novo MacBook, sem a presença de nenhum cabo, com carregamento por indução (teria apenas um cabo para carregamento normal em tomada, mas que não seria necessário em 100% do tempo). Depois, especulou-se a respeito de um HD sem fios.

Agora há pouco, acompanhando o evento pelo site www.macrumors.com, foi lançado um HD que virá com o AirPort Extreme, o roteador wireless da Apple. Se chamará TimeCapsul, trabalhando em conjunto com o TimeMachine, o programa de becape do sistema operacional Leopard. Estarão disponíveis por US$ 399 o de 500 GB e por US$ 499 o de 1TB.

overview_timecapsule_20080115.png

Foram anunciadas também alguns updates no sistema do iPhone, pequenas implementações, nada de muito importante. Webclips (botões com bookmarks que ficarão na home do iPhone), Maps mais completo, SMS com múltiplas pessoas…

Foi falado do número de vendas do iPhone, que já ultrapssou os 20 milhões de unidades.

Algumas atualizações no iPod touch fazem com que ele seja um iPhone sem o Phone, com Mail, Ações, Tempo, Mapas e Notas. O problema é que, diferente do update do iPhone, que é de graça, os usuários do touch terão que arrancar 20 doletas do bolso.

Agora, o iTunes alugará filmes on line (isso, logicamente, nos países que possuem uma iTunes Store oficial, o que não é o caso do Brasil). Eu considero isso o futuro dos filmes, ultrapassando inclusive o aluguel de DVDs. 100 títulos já estarão disponíveis hoje, e os lançamentos chegarão um mês depois dos DVDs chegarem às locadoras e lojas (um pouco longe ainda, mas acho que esse tempo dimiunuirá mais para frente). Os preços serão de 3 dólares por filme da biblioteca, 4 por lançamentos e 5 dólares por filmes em HD.

Para tudo isso, foi lançado o Apple TV 2 (já estava na hora, eu nunca achei alguma utilidade real praquilo…). Sem a necessidade de um computador, o aparelho fará streaming dos filmes direto da Internet. Acessará fotos do Flickr (a visualização do Flickr fica muito bonita no Apple TV) e .Mac, sincronizará com o iTunes. Os filmes disponíveis poderão ser vistos em preview, e ganharão estrelinhas dos usuários… (cadê a utilidade dessa coisa?). Para os brasileiros, nenhuma dessas novidades a respeito de filmes é útil, enquanto não tivermos uma iTunes Store aqui no Brasil (rumores falam de uma até o meio do ano, mas eu acho difícil…). Também será possível comprar músicas pelo iTunes direto do Apple TV. Não será um novo produto, mas um update de software gratuito que estará disponível em duas semanas (ponto pra Apple). O preço do Apple TV baixou: de US$ 299 para US$ 229.

design_displayair20080115.jpg

Entretanto, o que todos esperavam foi anunciado: o MacBook Air. “The World’s Thinnest Notebook”, segundo o próprio Steve Jobs. Com 0.76″ de altura, é mais fino que o mais fino notebook do momento, a série TZ da Sony. Com display de LED com 13″, tem fecho magnético e iSight embutida. Teclado com sensor de ambiente para luz. Trackpad multi-touch, aonde você pode rodar e redimensionar fotos, mover janelas e fazer zoom (incrível, maravilhoso! :D), bem maior do que os trackpads normais. HD de 80 GB com 1.8″ de altura (ou 64 GB de memória flash, por um preço módico de 1000 dólares!. Mais rápido e mais seguro, mas super mais caro!). Disponível com chips Core 2 Duo de 1.6 e 1.8 GHz. Virá apenas com uma porta USB, sem drives ópticos (um externo será vendido por US$ 99, e poderão ser utilizados externos de terceiros, captados através do WiFi das máquinas – fantástico – ). Além disso, uma entrada Micro-DVI, saída de áudio, WiFi 802.11n e Bluetooth 2.1. 5 horas de bateria, 2 Gb de memória padrão (uau). Pela SIMPLES bagatela de US$ 1800!

design_keyboardair20080115.jpg
design_gal12_20080115.jpg

Vocês não fazem idéia… pelas fotos vistas, o notebook é lindo! Fino como uma prancheta, como a Bamboo Fun resenhada aqui no blog! Vou ter que arrebentar meu porquinho da poupança pra ter um desses…

design_thinair20080115.jpg

Jobs também se preocupou com o meio ambiente. Diferente dos MacBooks tradicionais, que são de acrílico (e pouco recicláveis), esse será de alumínio. Também é o primeiro computador cujo monitor de LED não tem chumbo ou mercúrio, e sua caixa será 56% menor do que as outras (também, com aquele tamanho… ¬¬).

specs_peripheral20080115.png

O design do bichinho é “almofadado” como o dos iPods nano, todo em alumínio, fino demais. O trackpad é grande, para a liberdade dos movimentos multi-touch. O teclado é preto, com sensor de luz ambiente. Pesará apenas 1.36 Kg, com medidas de 1.94 de altura com 22.7 X 32.5 cm! Tela de 13.3″.

Infelizmente, esse foi o último anúncio da feira. Não tivemos o conhecido e esperado “one more thing”.

Confira mais imagens espetaculares no site: www.apple.com/macbookair

Novos iPods lançados

Finalmente saíram os novos iPods. A comunidade Apple, acostumada a revoluções de design a cada keynote de Steve Jobs, já estava ficando desanimada com tanto “mais do mesmo”. Dessa vez, eles não tiveram com o que se decepcionar.

specs_nanodimensions_20070905.png

Não houve nada de arrebatador nos lançamentos, mas as mudanças fizeram bem aos novos aparelhos. O iPod nano, por exemplo, ganhou uma tela maior (2 polegadas), similar à dos iPod vídeo, além de outras features, como o Cover Flow (browse de músicas e álbuns por capa) e a capacidade de exibir vídeos (em 320 x 240 pixels) e jogos. Por conta disso, é mais achatado, quase um quadrado. Ficou também mais fino (apenas 6,5 mm) e com display mais brilhante. Suporta até 24 horas de áudio e 5 horas de vídeo, muito bom para aproveitar os 4 ou 8 Gb de espaço. Por enquanto, ainda não está disponível por aqui, mas nos EUA custa US$ 149 o modelo de 4 Gb (apenas em alumínio normal)e US$ 199 o de 8 Gb (nas cores cinza, azul, verde, preto e vermelho).

overview_hero20070905.png

Para agradar aos mais radicais, que gostam do velho e bom iPod vídeo, Jobs apresentou o iPod Classic. Não é nada mais do que o iPod geração 5 (e meio) revestido de alumínio escovado (estilo iMac 2007), com uma turbinada no HD: agora com 160 Gb (a única coisa que justifica esse modelo), pesando apenas 162 gramas. Sua interface sofreu os mesmos upgrades que o Nano, o Cover Flow e algumas melhoras na interface em geral. Agüenta, em média, 40 horas de áudio e 7 de vídeo, mais do que o Nano. O preço é razoável pela sua capacidade de armazenamento: US$ 349 tanto para o modelo cinza quanto para o preto (ah, existe também a versão de 80 Gb, pelo valor de US$ 249, as duas cores). O HD é sua única diferença e sua única vantagem em relação à estrela do evento: iPod touch.

wifistore_hero20070905-copy2.png

O iPod touch também não impressiona no design. É uma resposta ao resto do mundo (fora os EUA), para quem não quer comprar o iPhone para usá-lo apenas como iPod. O modelo touch é muito parecido com o iPhone, mas é mais fino, não possui câmera nem falantes externos e é ligeiramente menor em altura. Tem display de 3,5″ que vai agradar muito aos aficcionados por assistir vídeos no iPod. Porém, tem Wi Fi, uma novidade esperada há muito pelos fãs do iPod. Com ela, será possível baixar músicas diretamente do aparelho, pela iTunes Wi Fi Music Store e da Starbucks Music, acessar o browser Safari e navegar pelos vídeos do YouTube. O fato de ser Multi-touch também impressiona. Pra quem já mexeu em um iPhone, sabe como é viciante a qualidade dessa feature nos produtos da Apple. Pode funcionar por 22 horas com música e 5 horas com vídeo (o que eu duvido muito, com uma tela touch daquele tamanho). Possui versões de 8 e 16 Gb, custando US$ 299 e US$ 399, respectivamente.

No mesmo evento, Jobs também anunciou a queda nos preços do iPhone, agora US$ 200 mais baixo (passou de US$ 599 para US$ 399). Além disso, ficou clara a eliminação do modelo de 4 Gb, que não fez muito sucesso com o público. Os shuffles também foram citados, mas apenas para anunciar a troca de cores (as mesmas que os dos novos Nano), e o mesmo preço foi mantido (US$ 79).

Assim, jobs encerra a parte tecnológica do seu evento. Ele também mostrou algumas novidades na iTunes Store, mas não me vem ao caso, já que nem temos uma filial dela por aqui. Os iPods foram fragmentados em vários modelos, para atender à necessidades específicas de cada usuário. Isso agradou muito a comunidade Mac, que sempre gosta de novos modelos, novos designs e novas features.

Enquanto isso, a Microsoft anuncia a queda no preço do Zune: a caquinha marrom agora custa US$ 199. Tsc tsc.